VOCÊ TEM MEDO DE ÁGUA ?

VOCÊ TEM MEDO DE ÁGUA ?

O psiquiatra sul-africano Joseph Wolpe criou na década de 1950  o processo de dessensibilização, sendo este um dos um dos métodos mais utilizados até os dias de hoje no tratamento de medos e fobias sistemáticas, basicamente, o processo prevê a exposição da pessoa ao objeto desencadeante da fobia de forma lenta e gradual. Segundo a Universidade Federal de São Paulo – Unifesp, o medo é um sentimento inerente ao ser humano, que nasce preparado para afastar se de situações que não condizem com sua natureza. Trata-se da teoria do preparo, na qual o organismo seria filogeneticamente (pela evolução natural)preparado para afastar se de estímulos perigosos. A familiaridade do ser humano com o meio líquido é intensa em virtude do contato com a água no meio intra uterino, em virtude deste processo o medo da água pode estar associado ou ter sido formado ainda na fase fetal, ou seja, no inicio da vida.

 

Existem algumas teorias associadas ao medo da água, vamos listar apenas quatro:

 

1 – primeira é a do preparo; na qual o ser humano nasce com um senso natural de perigo (medo), desperto em determinadas situações.

 

2 – segunda, é do aprendizado, onde pais ansiosos, transmitem insegurança aos filhos por excesso de cuidados.

 

3 – terceira, brincadeiras. São comuns os casos de pessoas que foram expostas a situações de perigo no meio aquático, muitas delas com risco de morte. Pessoas que passaram por esse tipo de situação acabam evitando as piscinas, mar, lagos ou rios.

4 – quarta, imersão. O simples fato de o bebê escorregar das mãos da mãe e afundar na banheira é suficiente para gerar medo do ambiente aquático.

 

Visando ajudar as pessoas com fobias aquáticas ou medo da geral da água a Raia Capital desenvolveu o programa NADAR COM CORAGEM visando dar autonomia, e ensinar esse grupo de pessoas a nadar.

 

NADAR COM CORAGEM se baseia em três aspectos básicos, sendo muito importantes para o sucesso de todo processo:

 

1 – caminhar na piscina e se ambientar com a água,

2 – imersão leve soltando o ar pela boca, inicialmente parado e após caminhando,

3 – flutuação, de frente com descolamento.

 

Vença seus limites e supere seus traumas, só depende de você !

Com a ajuda de um bom método e orientação adequada você nadará em uma semana. Solicite maiores informações em nosso site e confira de perto.

WhatsApp Chat
Enviar via WhatsApp